Reviews: “Chutes and Ladders” S05E02 e “Mommy” S05E03 – American Horror Story: Hotel

feat-lady-gaga-ahs-3

Eita, gente, a temporada mal começou e só tá vindo aquele tiroteio! Tá tendo tudo de maravilhoso: Gaga, sangue, Sarah e as nudes do Evan! Mas, recuperado, vamos ao review dos dois episódios, nesse combo especial~atrasado, sorry.

            CHUTES AND LADDERS

evan-peters-as-mr-march

Ryan Murphy tem uma boa mão pra mexer com coisas relacionadas à religião, seja pra questionar ou blasfemar. Mas é o que ocorre na maioria dos filmes de terror, temas recorrentes nessa pegada sobre questionamentos ou exposições sobre e da fé. Aqui não seria diferente, onde ele insere mais uma vez. Além dos dramas, que são bem explorados nas temporadas, e que só as enriquecem.

vurah5vkxcudxr8obkz3Vimos Gaga mais uma vez deslumbrante com seus trajes e sua presença, só precisando melhorar um pouco as feições quando fizer coisas diferentes: comer, transar, matar….Cada momento é cada momento, Kristen Stewart feelings. Mas acredito mesmo que seja o viés da personagem, sem traço humano nenhum. Afinal, ela é vampírica, hehe. E no desfile que ocorreu no seu (ex) hotel, já passado pras mãos de Will Drake, o novo proprietário, já que ela ficou na falência, conhecemos o novo personagem barulhento da temporada, Tristan Duffy, pessoa por quem a nossa Condessa trocou o Donovan. Que, tadinho, sem mais nem menos foi posto pra fora da vida dela, dos luxos, e do próprio hotel. E com certeza vai voltar pras ruas pra fazer birra pra mãe, a Iris, e pra própria Gaga. O episódio acertou super em mostrar ela oferecendo seu sangue e transformando Tristan em sua nova peça do tabuleiro, além de contar sua história de vida, desde os idos anos 1920. Que ficou ainda em aberto se seria a esposa do fundador do Hotel Cortez, James Patrick March.

E por falar nele!!! Tchnãm, Evan está de volta! Todo trevoso e psicopata, igual ao Tate. Mentira, pior. Ele é então o fundador do hotel, e através de flashbacks vimos aqueles crimes todos que ele cometeu, e construiu o local também nessa intenção de praticar seus atos nefastos, podendo ter ligações com os crimes cometidos pelo assassino dos Dez Mandamentos-um aprendiz, talvez, ou um fã???-, que o detetive John está no encalço, e que ironia, está ele morando no quarto 64……..que não deveria ser adentrado por ninguém que preze por sua vida. E a revelação da Scarlett, aos pais, ao reencontrar o irmão, que a Condessa fez de sua cria, e tirado aquela selfie….que quase arrancou sangue e a vida dela, afinal, Ben virou vampirinho e bem gótico por sinal!!!

E claro que mais uma vez nossa diva maravilhosa Sarah Deus Paulson arrasou em cena, seja assustando as crianças com sua aparição quebrando os próprios dentes, seja fazendo escândalo na recepção do hotel para entrar no desfile de Will, e levando bronca de uma Naomi muitoooooo bem em cena~~que já, já se vai, cry~~.

american-horror-story-hotel-sarah-paulson

Muitas revelações vão surgir, mas que está bem amarrado e dando certo, está! Só sem muita expectativa, senão, puf.

Ponto Alto: Naomi Campbell fez uma participação magnifíca.

Ponto Fraco: Gaga mostrar que suas feições são mesmo da personagem.

Nota: “Episode 2″: 8.

                                                              MOMMY

Lady-Gaga-in-American-Horror-Story

E esse episódio não foi diferente quanto à eletrização! Menos movimentado que os dois anteriores, mas essencial em sua “lerdeza”. Vimos sangue, sexo, morte, claro, e até o esperado beijo lésbico de Gaga e o retorno de Bassett.

Essa temporada está apelando de fato pro bizarro, e nem tanto ao terror, focando mesmo no “Horror”, que o nome da série leva. E que com a história certa, deixa tudo delicioso.

Tivemos então o retorno de Angela Bassett, com sua Ramona Royalle, que quer acertar contas com a Condessa, pelo passado obscuro que as duas tiveram, onde foi outra peça de Gaga, e por isso a tornou tão amarga. Pra isso recorreu ao Donovan, todo perdido no meio dos usuários e mendigos, porém ela não pareceu querer ser maleável com ele. Veremos. Inclusive, em um dos flashbacks, tivemos uma Gaga bem “feicionada”, quando fez uma cena com Ramona, MUITO IMPORTANTE, e que me convenceu! Calei minha boca reclamando um pouco do episódio anterior, e acima. O jogo virou, por enquanto.

finn-wittrock-as-tristan-american-horror-story-s5e3

Já o Tristan ficou bem curioso com a aparição do Evan pra ele, e numa pequena pesquisa, volta pra invocar o espiríto do fundador do hotel com promessas de seguir seus passos, principalmente após ter passado pela transformação. Mas acredito MESMO que ele não seja o assassino investigado pelo John, Tristan é muito narcisista, que só faz o que possa lhe trazer algum benefício, e prazer. Um pouco rebelde sem causa, mas que a Condessa irá usar em seu plano pra recuperar o Cortez das mãos de Will Drake, enquanto o coitado nem sabe o que poderá acontecer a ele.

Falando no John, ele e a esposa, Alex, mostraram uma intensa carga dramática em questão da crise do casamento, e sobre o passado em relação ao filho desaparecido. TÁ ALI NO HOTEL, GENTE!!!! NA CARA DE VOCÊS!!!

E Iris recorrendo à Sally para matá-la depois de Donovan ter sido cruel ao ponto máximo com ela, foi bem chocante! Um amor de mãe que prefere partir a se ver rejeitada pelo filho ):

O episódio foi de fato bem narrativo e contou com menos ação, que ao meu ver, nos preencheu bem sobre a história do passado, atual, e que está por vir. No próximo já será o especial de Halloween, e a Lily vai estar de volta, ai meu coração! Até lá!20AHS-master675

Ponto Alto: Uma ótima narrativa

Ponto Fraco: O assassino ficou um pouco de lado

Nota: Episode 3: 9

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s