Review: “203” S02E03 – The Affair

Dor. Muita dor. The Affair é uma série dolorida, mas esse episódio foi especialmente doloroso.

Até os spoilers dóem a partir deste parágrafo.

A série é construída com personagens problemáticos, seja Alison com o luto pelo filho que ela sente que matou, seja Noah pela insegurança e culpa em cada decisão que toma. E nesse episódio tivemos um monte disso. Não foi assim um super episódio, mas nos colocou de volta na cabeça dos dois.

Noah tem uma visão muito estranha de Alison, como uma mulher enigmática, fechada e cheia de travas. E não acho que ele esteja errado, inclusive acho que a visão dele nesse episódio fez muito sentido: a conversa franca em que Alison admite as coisas que acredita que foram erros resoou com a visão da própria personagem, embora na dela, tenha faltado a coragem para se abrir.

Whitney foi igualmente irritante nas duas versões, embora mais humana na de Noah e mais manipuladora e inconsequente na de Alison. É difícil gostar da personagem por causa dessas congruências negativas das visões, é como se ela fosse uma pessoa insuportável na visão de todos ao redor. Mas talvez todo personagem seja assim.

Também conhecemos mais de Yvonne e o marido, Robert, principalmente na versão de Alison. Yvonne é uma control freak com pouco interesse pelos outros, enquanto Robert é um cara humano e que parece ser mais equilibrado. O “passeio” dele com Alison foi lindo e vê-la se abrindo com alguém foi maravilhoso. Mais uma vez, Ruth Wilson mostrando que é uma atriz incrível e absolutamente versátil, já que até o tom de voz da Alison muda de uma versão para outra.

Noah também teve um encontro com Max, o novo namorado de Helen, que esqueceu de mencionar esse detalhe e deu uma bolada para facilitar o divórcio, obviamente pelos próprios interesses de se casar com Helen. Eu não sei se confio muito nessa versão da coisa, mas de qualquer maneira não duvido que ele faria isso.

“203” não foi maravilhoso, mas foi um episódio que reforçou aquela coisa literária de The Affair, entrando na mente e no estado de espírito de cada personagem, além de levar em frente a trama já bem complicada que levou à morte de Scott.

Ponto alto: As duas cenas com Alison se abrindo, nas duas versões. São personagens diferentes, na prática, e ambas são maravilhosamente interpretadas por Ruth Wilson.

Ponto fraco: Não há nenhuma falha propriamente dita, mas nada do que aconteceu no episódio teve um peso real na trama, com um pouco de repetição.

Nota: “203” – 8.5

Anúncios

Um comentário sobre “Review: “203” S02E03 – The Affair

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s