Fanboyemmynho – 11/10 a 17/10

I know, right? Tô atrasado. Mas antes tarde do que nunca, vamos lá ao que se destacou nessa semana que passou.

MELHOR ATUAÇÃO

leftovers1[1]

Os Garvey + Nora

Justin Theroux como Kevin Garvey em “A Matter of Geography” – The Leftovers (ver review)

Carrie Coon como Nora Durst em “A Matter of Geography” – The Leftovers

Margaret Qualley como Jill Garvey em “A Matter of Geography” – The Leftovers

Foi impossivel escolher um só para isso. São três atores excelentes em papéis desafiadores e cheios de nuances, impulsionados por um roteiro que quase que dança entre o bizarro e o natural. Margaret se destaca muito por ser uma atriz tão nova e pelo papel estar se desenvolvendo muito agora, com espaço para ela mostrar tudo que pode fazer. Carrie já tem sido o grande brilho da série, e Justin é o protagonista, com as suas loucuras dando margem para grandes atuações.

Menção honrosa

Andrew Lincoln como Rick Grimes em “First Time Again” – The Walking Dead (ver review)

Eu não sou muito fã desses protagonistas machões e o Rick por muito tempo foi, pra mim, um personagem bem qualquer coisa. Isso mudou na quarta temporada, com a cena dele matando os porcos na prisão, e a evolução do personagem deu a Andrew Lincoln um material excelente desde então. Como um líder lutando para manter um equilíbrio entre a sobrevivência e a humanidade, e com pequenas sutilezas (a expressão raivosa e impulsiva dando lugar a uma mais serena e decisiva), ele se destacou muito na season premiere de The Walking Dead.

MELHOR EPISÓDIO

“A Matter of Geography” – The Leftovers

Indiscutível. A série ousou a fazer um formato diferente para o início da temporada e conseguiu o que queria, que é mostrar a diferença entre os Murphy e os Garvey. Mais que isso: “A Matter of Geography” foi um adeus para tudo que era antigo na série e um abraço para o novo, que alguns personagens deram mais entusiasmadamente e outros menos. A série até usou a própria bizarrice para se livrar de tramas que iriam atrasar o andamento das novidades. E, claro, do roteiro às atuações, o episódio foi uma maravilha.

Menções honrosas

“Innocents” – The Good Wife  (ver review)

Simples, divertido e gostoso de assistir. The Good Wife tem esses momentos em que não precisa de reviravoltas ou grandes momentos para ser ótimo, e é aí que mostra o quão brilhante a série é. Afinal, trata-se de entretenimento, e mesmo sem grandes conflitos e acontecimentos, um episódio deve entreter. “Innocents” fez exatamente isso.

“First Time Again” – The Walking Dead

Não foi uma season premiere perfeita, mas The Walking Dead voltou tentando equilibrar o drama e a ação ao colocar em prática um plano mirabolante de Rick e ao mesmo tempo, através de flashbacks com uma fotografia em preto e branco linda, mostrar o que o levou até aquele momento. Ao contrário de “Innocents”, o episódio não foi tão gostoso de assistir, mas fez o que devia e terminou com um gancho bem interessante para o episódio seguinte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s