Reviews: “Axis Mundi” S02E01 e “A Matter of Geography” S02E02 – The Leftovers

Um início de temporada genialmente “invertido”. The Leftovers fez o que faz de melhor e botou a gente pra conhecer melhor personagens e coçar a cabeça falando “mas hein?”.

Os spoilers a seguir NÃO irão desaparecer depois que você ler.

Eu fiz bem em fazer essa review como um combo (foi totalmente planejado, viu gente? Nada a ver com a falta de tempo), porque “Axis Mundi” e “A Matter of Geography” funcionaram como um episódio de The Affair, mostrando os mesmos fatos por dois pontos de vista. Enquanto o primeiro episódio da temporada foi chocante ao mudar a ambientação, e os personagens principais (da mesma maneira que alguns episódios da primeira temporada fizeram), no segundo voltamos aos Garvey para descobrir como eles chegaram até Jarden. Mas vamos por partes.

“Axis Mundi” foi um BAITA episódio, e absolutamente ousado ao começar a temporada sem os protagonistas originais. Começando com a introdução devidamente granulada mostrando uma mulher das cavernas e seu bebê tentando sobreviver após um terremoto derrubar a caverna em que o resto do grupo deles estava, o episódio já me fez ficar com um nó na garganta. O que se seguiu foi um exemplo excelente de como apresentar personagens. A família Murphy foi se desenhando como um grupo complexo de personagens e logo de cara deu para amar e até odiar um pouco alguns.

No Fanboyemmynho da semana passada coloquei a atriz Jasmin Savoy Brown, intérprete de Evie, como um destaque. A garota criou aquela impressão de ser alguém real, encantadora e com uma vida própria: ela tem epilepsia, canta lindamente na igreja, se diverte nadando com as amigas e é uma irmã e filha muito fofa. O mesmo ocorreu com toda a família, desde a mãe enfermeira, passando pelo irmão gêmero de Evie, que é bom moço, chegando ao pai, um homem aparentemente amigável e gentil que trabalha como bombeiro e que, nas horas vagas, incendeia casas de pessoas que ele não quer em Jarden.

Importante falar de o quão bom é ver um número grande de personagens negros na série, que até o momento tinha pouquíssimos membros não-caucasianos no elenco. Melhor ainda é ver personagens diversos dentro dessa nova diversidade.

Pois é, no fim de “Axis Mundi”, um novo terremoto em Jarden levou embora, através de uma fenda suspeitíssima num lago, a pobre Evie, deixando seu pai e seu irmão gritando seu nome. O que a gente não sabia, naquele momento, é que Kevin, o protagonista da série, estava nesse mesmo lago tentando um suicídio durante um ataque de sonambulismo.

E foi nisso que o segundo episódio, “A Matter of Geography”, me fez lembrar Lost. O episódio voltou no tempo para o fim da temporada anterior, com Nora encontrando a bebê Lily na porta da casa dos Garvey e a família tomando um novo rumo. A minha cena preferida do episódio ocorreu aqui, com os três (Nora, Kevin e Jill) sentados à sala falando as loucuras que as suas vidas se tornaram após o evento da Partida da mesma maneira que a gente confessaria pras nossas famílias que quebramos um vaso ou algo assim. Foi uma cena que abraçou a loucura da série e que deu espaço aos três para atuar.

Aliás, essa nova família Garvey é um trio muito forte de atores. Justin Theroux pode parecer um pouco unidimensional porque passa a maior parte do tempo sendo gostoso e com cara de mau humor, mas quando essa “máscara” se quebra, ele tem muito mais espaço para variação. Carrie Coon é minha atriz preferida da série, interpretando minha personagem preferida, e convence totalmente. Ela não é exagerada no sofrimento, nem nos sorrisos espontâneos próprios do momento da personagem, e Nora acaba sendo uma força motriz (meio forte demais às vezes, como quando paga 3 milhões por uma casa caindo aos pedaços) na trama. E Margaret Qualley como Jill é uma coisinha maravilhosa pelas sutilezas e a naturalidade da performance.

Dito isso, o segundo episódio foi um pouco maçante em alguns momentos, principalmente ao fechar tramas “abertas” da temporada anterior de maneira muito limpinha – ainda que isso seja plenamente justificado naquele universo. Afinal, há forças mandando o pai de Kevin ir para a Austrália. Os momentos tensos e sobrenaturais ficaram por conta do homem que ofereceu a Kevin ajuda e depois desapareceu, pelas aparições bizarras do fantasma de Patti (que inclusive, pelo jeito, é capaz de manipular o mundo físico, se é que não se trata de simples loucura do Kevin) e pelo final assustador, deixando claro que quase perdemos o protagonista da série.

The Leftovers voltou mantendo o nível de qualidade da temporada anterior e indo além, aprofundando os elementos misteriosos da trama, apresentando novos e diversos personagens e uma nova ambientação, com direito a nova abertura, mais apropriada ao clima da série (eu gostava MUITO da primeira, mas às vezes achava esquisito aquela abertura assustadora e super religiosa pra depois ver um episódio absolutamente insano e minimalista). Com a queda da audiência, dá um medinho, mas espero que a série tenha uma temporada excelente e que NÃO responda a questão nenhuma, porque se eu quisesse ver resposta didática a questões da trama eu iria assistir série teen da CW.

Ponto alto: em “Axis Mundi”, a introdução da família Murphy e da cidade de Jarden. Em “A Matter of Geography”, a cena do desabafo da nova família Garvey foi incrível. O trio Garvey é muito forte na atuação e é ajudado pelo roteiro que transita genialmente entre o natural e o bizarro.

Ponto fraco: apesar de ousada, a “inversão” dos dois episódios deixou o trecho de “A Matter of Geography” em que as tramas da primeira temporada foram fechadas meio maçante.

Notas: “Axis Mundi” – 9.5
“A Matter of Geography” – 9.5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s